Buscar
  • Henrique Correia

Calado responde à Confiança e promete apoio ao comércio tradicional


"Os comerciantes não ficam desprotegidos com a suspensão do programa "Eu Compro Local".




A Confiança acusou Calado de não apoiar o comércio da cidade ao suspender o programa "Eu Compro Local". Calado já respondeu prometendo apoio mas admitindo a reformulação dos programas.

O presidente da autarquia do Funchal adiantou que "está a ser feita uma remodelação dos programas em vigor com o objectivo de ajustar à realidade actual e reforçar os apoios aos comerciantes.

Pedro Calado assegura que os comerciantes não ficam desprotegidos com a suspensão do programa «Eu Compro Local», implementado na vereação anterior. “Aquilo que nós estamos a realizar é uma remodelação de todos os programas. Queremos chegar a mais comerciantes, a mais consumidores com outros fins”, salientou.

Numa nota da Câmara, Calado lembra que o seu executivo "se propôs a facilitar o preenchimento no que diz respeito às candidaturas de fundos comunitários que o Instituto de Desenvolvimento Empresarial (IDE) está a fazer através de um protocolo que cria a ‘Via Verde’ celebrado esta semana e que visa ajudar os empresários sobretudo as estruturas mais pequenas e micros a terem uma candidatura mais rápida, mais ágil e mais célere com a Câmara do Funchal".


6 visualizações