top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Calado seguiu para Lisboa e será ouvido sexta-feira



Investigações dos crimes de corrupção ativa e passiva, participação económica em negócio, prevaricação, recebimento ou oferta indevidos de vantagem.



Imagem do grupo Madeira Airport Spotting.


O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Pedro Calado, detido no âmbito da investigação sobre corrupção na Madeira, já seguiu para Lisboa no avião da Forca Aérea. Pedro Calado será ouvido esta sexta-feira por um juiz de instrução criminal.

Recorde-se que a operação aponta que "as diligências executadas visaram a recolha de elementos probatórios complementares, a fim de consolidar as investigações dos crimes de corrupção ativa e passiva, participação económica em negócio, prevaricação, recebimento ou oferta indevidos de vantagem, abuso de poderes e tráfico de influência. Nos inquéritos referenciados investigam-se factos suscetíveis de enquadrar eventuais práticas ilícitas, conexas com a adjudicação de contratos públicos de aquisição de bens e serviços, em troca de financiamento de atividade privada; suspeitas de patrocínio de atividade privada tendo por contrapartida o apoio e intervenção na adjudicação de procedimentos concursais a sociedades comerciais determinadas; a adjudicação de contratos públicos de empreitadas de obras de construção civil, em benefício ilegítimo de concretas sociedades comerciais e em prejuízo dos restantes concorrentes, com grave deturpação das regras de contratação pública, em troca do financiamento de atividade de natureza política e de despesas pessoais".


28 visualizações
bottom of page