Buscar
  • Henrique Correia

Calado tem 60 mil euros para dispensar 13 funcionários da Frente MarFunchal



Pedro Calado: "É preciso haver coragem para a Coligação Confiança explicar porque é que meteu essas pessoas na Frente Mar sabendo que desempenhavam funções na Câmara do Funchal".




O presidente da Câmara Municipal do Funchal já desvendou o que vai na ideia da atual liderança relativamente à Frente MarFunchal e no que toca a despedimentos.

Em declarações à RTP Madeira, Pedro Calado revelou que a Autarquia vai rescindir com 13 trabalhadores da Frente MarFunchal e para isso tem 60 mil euros. Diz, também, que a maioria desses trabalhadores "não desempenhavam funções na empresa".

Calado diz que estas pessoas que estavam a mais na empresa custavam um milhão de euros num mandato de quatro anos. É uma irresponsabilidade ter feito a gestão que foi feita anteriormente. Quando saímos da Câmara, a Frente Mar tinha 30 funcionários, agora emcontramos 130 e muitos deles nem trabalhavam na Frente Mar. Aliás, no dia seguinte às eleições, houve muitos trabalhadores que se foram apresentar à Frente Mar e que os colegas nem os conheciam".

Calado diz que "é preciso haver coragem para a Coligação Confiança explicar porque é que meteu essas pessoas na Frente Mar sabendo que desempenhavam funções na Câmara do Funchal. Foi para evitar concursos públicos? Foi para meter quem queriam? Foi para Município não pagar mas colocando os custos em cima da Frente Mar?"


7 visualizações