Buscar
  • Duarte Azevedo

Campeão da Madeira só será apoiado se tiver dois escalões de formação

Nova medida inscrita no PRAD 2021/2022.



O PRAD (Plano Regional de Apoio ao Desporto) para 2021/2022, apresentado na última semana, contém algumas particularidades, sendo que uma das mais relevantes passa pelos apoios aos técnicos e árbitros de alto rendimento.

Uma novidade deste Plano, como novidade é, também, uma medida que certamente é de aplaudir e que vem premiar quem aposta, efetivamente, no desenvolvimento desportivo. E que, em contrapartida, penaliza as 'chico-espertices' de quem apenas diz apoiar o desporto jovem porque a tal é obrigado - género apresentar somente uma equipa dos escalões jovens por obrigação.

Entendeu a Direção Regional de Desporto (DRD) que um Campeão da Madeira com direito a participação numa prova nacional no ano seguinte, apenas receberá o apoio financeiro referente a tal desde que a prova máxima madeirense seja disputada por 6 (caso dos masculinos) ou 4 (nos femininos) equipas.

A esta premissa, outra é acrescentada, e bem: a obrigatoriedade de apresentar, no mínimo, dois escalões de formação na modalidade em que conquista o título.

Atende-se com isto, sem dúvida, quem procura, de facto, contribuir para o desenvolvimento do desporto regional, independentemente das dificuldades que essa aposta possa acarretar.

5 visualizações