Buscar
  • Henrique Correia

Candidato do PSD diz que não há estratégia local em defesa das casas de colmo


João Paulo Luís: "As casas típicas de Santana têm de ser vistas como uma herança cultural, como um património histórico, um cartaz turístico, representativos de uma identidade".



O candidato do PSD à Câmara de Santana defende que as Casas de Colmo "são as grandes embaixadoras de Santana no mundo, mas a verdade é que não existe, do ponto de vista local, uma verdadeira estratégia de apoio nem à plantação do trigo nem de efetiva recuperação das nossas casas típicas e é precisamente isso que vamos apresentar na nossa candidatura”.

Esta posição foi assumida por João Paulo Luís no fim de uma reunião de trabalho com o Grupo Parlamentar do PSD, onde reiterou, mais uma vez, a necessidade de dar maior atenção a este tema, já abordado nas Jornadas Parlamentares que decorreram no concelho.

“As casas típicas de Santana têm de ser vistas como uma herança cultural, como um património histórico, um cartaz turístico, representativos de uma identidade e de um legado que importa preservar e que devem ser protegidas não só pela Câmara Municipal de Santana mas, também, pelo próprio Governo Regional”, sublinha o candidato, lembrando que estas casas são reconhecidamente uma imagem de marca do concelho e da própria Região, enquanto destino turístico, à qual urge dar maior atenção e prioridade, de modo a evitar a sua progressiva extinção no tempo.

5 visualizações