Buscar
  • Henrique Correia

Carlos Pereira ao "ataque": irmã e cunhado de Rui Fontes prestam serviços ao clube


Está criada uma comissão de acompanhamento do ato eleitoral, presidida pelo juiz Sílvio Sousa, Tranquada Gomes e Luís Nuno Olim.




A campanha sobe de tom no Marítimo w o atual presidente lança várias farpas ao opositor, Rui Fontes, deitando mão de todos os argumentos para "atacar" o adversário para as eleições de 22 de outubro.

Carlos Pereira faz várias perguntas, de acordo com peça emitida pela RTP-M: o candidato, se ganhar as eleições, vai cortar o cordão umbilical com a irmã e o cunhado, que são prestadores se serviço ao clube? Vai ser remunerado enquanto presidente?

Já Luís Miguel Sousa, recandidato na Assembleia Geral, garante que o candidato Rui Fontes pode ficar descansado com a transparência do ato eleitoral. Está criada uma comissão de acompanhamento do ato eleitoral, presidida pelo juiz Sílvio Sousa, tendo como vogais o antigo presidente da Assembleia Regional e militante do PSD, Tranquada Gomes, e Luís Nuno Olim, que integrou o gabinete de Pedro Calado na vice presidência do Governo e depois na candidatura de Calado à Câmara do Funchal.

31 visualizações