Buscar
  • Henrique Correia

Carlos Pereira diz que a Região poderá ter mais 70 milhões do PRR em junho


Deputado socialista diz que essa é uma oportunidade para a Madeira reparar o erro de não ter planificado verbas para a capitalização das empresas.



Carlos Pereira, deputado do Partido Socialista-Madeira à Assembleia da República, defende que a reprogramação do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que deverá render à Região mais 60 a 70 milhões de euros a fundo perdido, deve ser aproveitada pelo Governo Regional para apoiar o tecido empresarial e corrigir o erro cometido aquando da divisão inicial dos meios.

Em conferência de imprensa, o parlamentar deu conta que a reprogramação irá ter lugar em junho, sendo que os países que estiveram mais expostos aos problemas da pandemia e que tiveram dificuldades, por exemplo, com o setor do turismo, poderão ser beneficiados, tendo acesso a mais meios. Carlos Pereira lembrou que, quando esta possibilidade se colocou, defendeu, junto do Governo da República – através do ministro do Planeamento, Nelson de Souza – que a Região mantivesse a mesma proporção de meios que teve aquando da divisão inicial do PRR, ou seja, 5%.

Sendo certo que esta reprogramação irá acontecer, Carlos Pereira refere que a Região poderá, em junho, ter acesso a mais 60 a 70 milhões de euros a fundo perdido. “Esta é uma matéria muito relevante e que, do meu ponto de vista, deve ser utilizada pelo Governo Regional para corrigir o erro clamoroso que foi tomado [pelo Executivo madeirense] de não ter colocado nenhuns meios financeiros para o tecido empresarial, nomeadamente para a capitalização das empresas”,

4 visualizações