Buscar
  • Henrique Correia

Carlos Pereira diz que no PRR regional há défice de apoios às empresas



O candidato mostrou-se preocupado com o facto de haver “menos apoios regionais face aos apoios nacionais e dos Açores e de isso colocar as empresas madeirenses numa situação de discriminação negativa”.




O cabeça de lista do Partido Socialista-Madeira às eleições para a Assembleia da República, Carlos Pereira, defendeu que o Governo Regional tem de fazer chegar os apoios disponíveis ao tecido empresarial, de modo a que as empresas madeirenses não sejam discriminadas face às do Continente e dos Açores.

Durante o contacto que estabeleceu com comerciantes da zona velha do Funchal, Carlos Pereira destacou as medidas que foram criadas pelo Governo da República para fazer face à pandemia, tais como as moratórias e o layoff, que abrangeram também a Madeira, mas constatou que ao nível do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) – que na Região é gerido pelo Governo Regional – “há um défice de meios disponíveis para apoiar as empresas”.

O candidato mostrou-se preocupado com o facto de haver “menos apoios regionais face aos apoios nacionais e dos Açores e de isso colocar as empresas madeirenses numa situação de discriminação negativa”. “Isso não pode acontecer. Os meios existentes – e que estão disponíveis também para a Madeira no PRR e no Quadro Financeiro Plurianual – devem ser também usados para apoiar o setor empresarial”, advertiu.

3 visualizações