Buscar
  • Henrique Correia

Carlos Pereira mostra Marítimo sem dívidas ao Fisco e Segurança Social


Recandidato defendeu um clube mais perto dos sócios, disse que o Marítimo tem um ativo de 96 milhões de euros, recusa os fundos de investimento defendidos pela lista opositora de Rui Fontes.




"Foi uma enorme honra e um privilégio contar com todos os sócios, amigos e simpatizantes que estiveram presentes na cerimónia oficial da apresentação da candidatura da minha equipa à liderança do Club Sport Marítimo". Foi assim que o recandidato à liderança do Marítimo, Carlos Pereira, reagiu à cerimónia em que apresentou os objetivos para mais um mandato.

O mote foi dado pelo presidente da Assembleia Geral, Luís Miguel Sousa, que apontou Carlos Pereira como o mais capaz para dirigir o Marítimo para mais quatro anos.

E para esse futuro, Carlos Pereira defendeu um clube mais perto dos sócios, disse que o Marítimo tem um ativo de 96 milhões de euros, recusa os fundos de investimento defendidos pela lista opositora de Rui Fontes. Não tem dívidas nem ao Fisco nem à Segurança Social.

O atual presidente e recandidato vai apostar na bancada escola e manter a aposta na formação, apontando críticas ais que "fazem a fuga para a frente".



5 visualizações