top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Carlos Pereira nega agressão mas admite troca de palavras




André Ladeira confirma tudo ao jornal O Jogo e disse ter sido agredido várias vezes.



O anterior presidente do Marítimo Carlos Pereira, acusado de agredir esta manhã, no Forum Madeira, o atual vice presidente da Assembleia-Geral do clube André Ladeira, negou a agressão em declarações ao jornal P Jogo.

Carlos Pereira admite um toque e uma troca de palavras, mas não agressão: "É falso. Na descida da escada, mesmo na minha frente, estava a fazer que não me via, então toquei nas costas. Chamei, disse-lhe para cumprimentar e cumprimentou com um aperto de mão, perguntei: 'Então, agora não tens nada para dizer ou escrever? Escrevias tanto e mal, agora o Marítimo desceu. Agora é diferente do antigamente? Difícil, mas 24 anos na I Liga, com um complexo e um estádio...'. Não gostou, paciência, também tive muita paciência, tudo não passou de troca de palavras com um neto de um amigo vizinho e cabo do mar", explicou ao jornal desportivo.

André Ladeira confirmou, ao mesmo jornal, ter sido agredido por duas vezes e comunicou logo ao segurança do espaço comercial. O jogo relata que "quando vinha a descer as escadas rolantes senti um soco no pescoço. Foi um soco violento. Senti a mão em cheio no pescoço, quando me virei, deparei-me com o senhor Carlos Pereira que começa a dizer: 'Não falas? Não falas?'"

Segundo contou André Ladeira, Carlos Pereira disse "'Não escreves e não dizes o que falavas sobre mim nos jornais? Eu respondi que escrevo e o que digo ninguém me vai proibir de o fazer. E ele aí deu-me um soco no lado esquerdo da boca, acertando-me com meia mão".

32 visualizações

Comments


bottom of page