Buscar
  • Duarte Azevedo

CD Nacional alerta sócios para as eleições mas esquece o 'Sócio Vitalício'

Iniciativa aconteceu nos anos 80 e ainda em 2020 teve Cristiano Ronaldo como aderente


O CD Nacional alerta, nesta terça-feira, nas suas redes sociais, os sócios do clube que poderão votar e/ou serem candidatos às eleições previstas para Junho próximo, mas esquece os 'Sócios Vitalícios'.

Lembrando que quem pode votar tem de ser sócio efetivo e estar nessa condição há pelo menos 12 meses, e para poder concorrer aos órgãos sociais terá de ser sócio efetivo há pelo menos cinco anos, ininterruptamente, o clube alvinegro omite o chamado 'Sócio Vitalicio'.

O 'Sócio Vitalicio' foi uma categoria que nasceu nos anos 80, sob a presidência de Nélio Mendonça, numa Direção que tinha, entre outros, Duarte Jardim, um dos principais mentores da iniciativa. Esta consistia, e ficou lavrado em Ata, de que todos os que se tornassem Sócios Vitalícios do CD Nacional pagavam, de uma só vez, 50 contos e nunca mais teriam que pagar fosse o que fosse para terem todas as regalias respeitantes aos demais associados alvinegros. Uma maneira de angariar receita que, contudo, não ficava disponível para, por exemplo, fazer face a despesas imediatas de contratação de jogadores, mas, sim, constituindo um fundo de tesouraria importante. Que até o foi dada a recetividade com que contou, mesmo com o sacrifício, admite-se, de alguns adeptos. Mas ajudavam o seu clube do coração e ficavam, assim, ligados para sempre ao mesmo, com todos os direitos inerentes - votar, candidatar-se aos órgãos sociais...

A verdade é que nunca mais se ouviu falar em 'Sócio Vitalício'... até ao ano passado. Quando, em Maio de 2020, o CD Nacional fez publicar, com pompa e circunstância, que 'Cristiano Ronaldo já é sócio vitalício do Nacional, clube que representou ainda nos escalões de formação, nomeadamente entre 1994 e 1996'. Logo, deduz-se, que os atributos inerentes ao 'Vitalício' - para os mais distraídos, vitalício vem do latim vitalicium e significa 'para toda a vida' - continuam a vigorar. O que, contudo, na nota emitida hoje pelo clube alvinegro não está referenciado...

(O Cartão Vitalício original era de fundo preto com 5 estrelas e os escritos 'Sócio Vitalício' e 'Clube Desportivo Nacional' a vermelho na parte de trás, onde está o emblema a preto e branco - vide foto; a parte da frente apresenta o número e nome do sócio e as assinaturas deste e do presidente insertos em retângulos brancos, sob fundo preto. Já o cartão entregue a Cristiano Ronaldo em 2020 é um cartão normal)

11 visualizações