Buscar
  • Duarte Azevedo

Clubes avançam com hipótese de "Série Madeira" para as equipas da Região

Em causa, é referido, a 'reposição da verdade desportiva'


No final de uma reunião que juntou o União, o Câmara de Lobos e a Camacha, Sérgio Nóbrega, presidente do União, defendeu “que as equipas da Madeira dificilmente vão poder concluir a competição devido à impossibilidade de fazerem dupla testagem no regresso dos jogos em Janeiro” .

Uma das soluções equacionada, mas de muito difícil concretização com justificou o Presidente do União, será, depois de concretizadas todas as possibilidades de concretizar a competição nos moldes como foi iniciada, a realização de jogos entre as equipas da Região numa chamada 'Série Madeira', uma solução excepcional que poderia surgir como uma das hipóteses para que o Campeonato de Portugal não acabasse para as três equipas da Madeira.

Tudo porque, segundo Sérgio Nóbrega, a maioria dos atletas e staff dos clubes madeirenses - com exceção do Marítimo B - não são profissionais e acumulam a sua atividade desportiva com outra atividade laboral o que tornaria incompatível para a maioria destes, já que, com a dupla testagem no regresso à Madeira quando os jogos regressarem em janeiro viam-se impedidas de exercer a sua profissão, treinar e competir. Para além de levarem semanas de atraso na competição face às equipas do continente, um factor que desde logo põe em causa a verdade desportiva da competição e por factores a que as equipas são totalmente alheias.

Sérgio Nóbrega não tem dúvidas que na atual conjuntura é praticamente impossível pensar que as equipas da Madeira vão poder concluir o campeonato em pé de igualdade com as demais equipas do continente e têm de ser tomadas medidas urgentes para salvaguardar que não são beliscados os direitos das equipas madeirenses, deixando o repto para uma pronta intervenção do Presidente da Associação de Futebol da Madeira Rui Marote.

617 visualizações