Buscar
  • Duarte Azevedo

Clubes questionam continuidade do Campeonato de Portugal em regiões de risco

Reunião da Associação de Futebol da Madeira com União, Camacha e Câmara de Lobos


Associação de Futebol da Madeira (AFM) reuniu na sexta-feira, na sua sede, com três clubes madeirenses que militam no Campeonato de Portugal - União, Camacha e Câmara de Lobos – a fim de ser analisada a atualidade que tem a ver com a situação de pandemia que vivemos e consequências na competição. Ao que se apurou, posições duras foram tomadas mas que estão em cima da mesa em prol da saúde pública, podendo mesmo o Campeonato de Portugal continuar parado para as equipas da Madeira, com a exceção do Marítimo, tido por (única) equipa profissional O facto da maioria das equipas adversárias pertencerem a uma das mais graves regiões da Europa, com maiores casos de infeção, o Norte do país, juntando-se à prevenção imposta pelas autoridades regionais, leva a essa possibilidade. O Câmara de Lobos, por exemplo, tem tido uma forte posição nesta matéria, na defesa da saúde do seu grupo de trabalho mas também da saúde pública, já que como se sabe todas estas equipas partilham as instalações de treino com a sua formação, posição que deve ser acompanhada pelo União e a Camacha. Restará perceber como irá reagir a Federação Portuguesa de Futebol se for feito o anúncio da continuidade do estado atual que proíbe a realização de competição desportiva por parte das equipas madeirenses, aliás uma imposição que poderá também ser tomada pelo Governo Regional dos Açores. A competição regional madeirense também pode estar em causa.


9 visualizações