top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Coligação com o PSD garante o mínimo de 2 deputados ao CDS


PPM fica com o 19º lugar por Lisboa.




A Aliança Democrática foi aprovada nos respetivos órgãos do PSD e do CDS, onde ficou assente o regresso dos centristas ao Parlamento através de dois candidatos em lugares elegíveis em Lisboa e Porto. Mas como disse Nuno Melo, o líder do CDS, até podem ser mais com o crescimento da votação. O PPM, que agora se junta, só terá representante se houver mais votos nesta coligação. O PPM fica com o 19º lugar por Lisboa.

A apresentação formal da AD será feita no próximo domingo, 7 de janeiro, pelas 17.30h na Alfândega do Porto.

Luís Montenegro diz que "Portugal precisa desta Aliança Democrática para sair do caos.

Portugal precisa de um Estado eficiente, precisa de serviços de públicos de qualidade.

Portugal não precisa de um Estado que piore a vida da grande maioria, precisa de um Estado diferente, que resolva os problemas reais das pessoas".

6 visualizações

Comentários


bottom of page