Buscar
  • Henrique Correia

Comércio tem 250 mil euros para pensar abrir aos sábados e domingos


Medida do Funchal visa “fazer com que os comerciantes comecem a pensar em abrir portas ao sábado e ao domingo, para facilitar os turistas e também os madeirenses que circulam na cidade”.


A Câmara Municipal do Funchal (CMF) aprovou hoje uma linha de apoio para o comércio e restauração no valor de 250 mil euros para cobrir situações que nunca antes foram contempladas, por exemplo, a aquisição de equipamentos, referiu uma nota da Autarquia.

"Uma medida que, segundo referiu o presidente da autarquia no final da reunião semanal, apresenta um teto máximo de apoio para cada empresário de cerca de 10 mil euros, que podem, eventualmente serem majorados, em 10%, para quem abra durante os sábados, e em 20% para os estabelecimentos que abram sábado e domingo. O apoio pode chegar até aos 80% a fundo perdido nas despesas elegíveis. Pedro Calado refere que este incentivo, visa “fazer com que os comerciantes comecem a pensar em abrir portas ao sábado e ao domingo, para facilitar os turistas e também os madeirenses que circulam na cidade”.

A CMF aprovou ainda outra medida de âmbito social: O regulamento de Atribuição de Apoios Financeiros ao Associativismo e atividades de interesse municipal. Serão atribuídos cerca de 400 mil euros de apoios sociais a 38 associações e instituições. Pedro Calado reafirma o compromisso do executivo na área social para responder às “necessidades de ordem socioeconómica das famílias”, reforçando que apoio é dado sobretudo às instituições que “têm projetos de apoio alimentar e que ajudam pessoas mais idosas”.

5 visualizações