Buscar
  • Henrique Correia

Confiança devolve rendimentos às famílias via IMI, IMI Familiar e IRS


Candidato ao Funchal, Miguel Gouveia, apresenta programa com 55 medidas que podem ser vistas no site oficial da candidatura: https://miguelsilvagouveia.pt/programa-eleitoral/,



A Coligação Confiança apresentou hoje, na sede de candidatura, o programa eleitoral que levará a votos no próximo dia 26 de setembro. “O programa, que conta com um total de 55 medidas para a cidade, fica a partir de hoje disponível a todos os funchalenses no nosso site oficial, em https://miguelsilvagouveia.pt/programa-eleitoral/, com a transparência que todos nos reconhecem", disse o candidato ao Funchal, Miguel Gouveia.

Entre as principais medidas do programa eleitoral da Coligação Confiança destacam-se: a criação do Parque Urbano da cidade; a conclusão da modernização das redes de água do concelho; a devolução de rendimentos às famílias funchalenses, via IMI, IMI Familiar e IRS; 202 novas habitações sociais; um Programa de Promoção do Arrendamento; manuais escolares gratuitos até ao 12.º ano; Bolsas de Estudo Universitárias para cursos profissionais e investigação; incentivos à Natalidade; apoio nos medicamentos para idosos; incentivos fiscais à reabilitação urbana; construção de 10 novas acessibilidades rodoviárias e acessos locais; integração dos Processos Urbanísticos nos Serviços Online; criação de um Centro Integrado de Gestão Municipal Autónomo (CIGMA); apoios para a transição digital no comércio local; videovigilância no centro histórico da cidade; consolidação de escarpas em todo o concelho, reflorestação do Parque Ecológico; a criação de um Conselho Municipal da Saúde; e a Candidatura do Funchal a Capital Europeia da Cultura 2027.

"Este foi um programa bastante participado, que resultou de dezenas de visitas a entidades do concelho, desde o setor associativo ao empresarial, de iniciativas com vista a auscultar a sociedade civil, nomeadamente com o ciclo de cinco conferências Pensar Funchal, que envolveu todos os funchalenses neste trabalho, e daquelas que têm sido as prioridades de desenvolvimento do Funchal desde que estamos em funções: sustentabilidade financeira e ambiental, equidade e justiça social, habitação e reabilitação urbana, inovação e participação cívica”, explicou o candidato à Presidência da CMF, como refere uma nota da candidatura.


12 visualizações