Buscar
  • Henrique Correia

"Conversas Simples: Entrevista a Dom Nuno Brás" aborda relação entre Igreja e Politica


É um dos temas do livro da autoria de Francisco Gomes, que é apresentado a 25 de novembro no Museu Casa da Luz



"Encontrei um homem com um grande sentido de humor, mas também com um sentido da seriedade dos tempos"


"Um homem de discernimento, disponibilidade e capacidade de diálogo, mas também um líder disposto a tomar grande decisões e comprometido com um caminho crente e de Fé.” É assim que Francisco Gomes define o Bispo do Funchal no livro ‘Conversas Simples: Entrevista a Dom Nuno Brás’, que na próxima quarta-feira, 25 de novembro, pelas 18 horas, é apresentado no Museu Casa da Luz. 

A obra tem o prefácio de Dom Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa e tem por base diálogos do autor com o actual bispo do Funchal. A apresentação do livro será feita por José Manuel Rodrigues, presidente da Assembleia Legislativa da Madeira.   

Esta é a décima publicação da autoria de Francisco Gomes e a quinta com a chancela da editora ‘O Liberal’.   

A relação entre a Igreja e a política e a relação do catolicismo com as mudanças culturais do momento, são abordagens que certamente irão despertar a atenção dos leitores para esta obra.

O autor revela que “este livro não aspira ser o relato definitivo da experiência rica que constitui a vida de Dom Nuno Brás, nem assume ser isento das críticas, positivas ou negativas, que sobre ele possam incidir. Todavia, e com a humildade que qualquer iniciativa desta natureza deve abraçar, a obra procura adentrar a profundidade e o significado das palavras de Dom Nuno, assim como ilustrar o panorama espiritual que influenciou e continua a inspirar uma das personalidades mais carismáticas da nossa Igreja”. Numa nota sobre esta publicação, é referido que ‘Conversas Simples’ aborda vários dos assuntos que têm recebido a atenção da hierarquia eclesial e, naturalmente, também merecido a cuidada ponderação de Dom Nuno Brás. Desde a objectivação da Vida Humana, a relação entre a Igreja e a política e a importância da Misericórdia na vida sacerdotal até ao papel da mulher na Igreja, a importância do diálogo ecuménico e a relação do catolicismo com as mudanças culturais do momento, o bispo do Funchal reflecte sobre uma diversidade de temas, expressando, num discurso acessível e objectivo, a sua opinião sobre muitos dos desafios que hoje confrontam a vida das comunidades católicas em todo o mundo."  Sobre as entrevistas, o autor refere: “Encontrei um homem com um grande sentido de humor, mas também com um sentido da seriedade dos tempos, o qual torna-o rigoroso, mas nunca sombrio. É um homem atento a quem tem à sua frente e aos desafios que tem à sua responsabilidade. Mas a sua humanidade permite-lhe mergulhar na história do outro, partilhar vivências enriquecedoras e dar a conhecer um raciocínio que não se baseia em conceitos abstractos, mas conquista como reflexão e partilha de vivências.” 

Privilegiando o discurso directo, ‘Conversas Simples’ segue uma linha comum com três outras publicações de Francisco Gomes, que também focaram a vida e obra de outras figuras marcantes da sociedade madeirense, nomeadamente Um Homem das Ilhas (entrevista biográfica ao historiador José Pereira da Costa, publicada em 2008), Magister Intemporaliter (entrevista biográfica ao fotógrafo João-Pestana, publicada em 2010) e Reflexões (entrevista biográfica a Dom Teodoro de Faria, publicada em 2019).

18 visualizações