Buscar
  • Henrique Correia

Costa promete respeitar as Regiões Autónomas.



António Costa está há seis anos como primeiro-ministro. E vão mais quatro, é o primeiro-ministro do PS há mais tempo no cargo. Com a segunda maioria absoluta depois de Sócrates em 2005.


"Uma maioria absoluta não é o poder absoluto, não é governar sozinho".


António Costa está há seis anos como primeiro-ministro. E vão mais quatro, é o primeiro-ministro do PS há mais tempo no cargo.

Hoje, aos portugueses, numa "noite especial", enalteceu o nível de participação e agradeceu a todos os que organizaram estas eleições. Dirigiu palavras de apreço ao presidente do partido Carlos César, que não esteve presente por razões de saúde, bem como ao diretor de campanha Carlos Cordeiro.

O vencedor desta segunda maioria absoluta, a primeira foi de José Sócrates em 2005, disse o que os portugueses quiseram: uma maioria do PS para quatro anos e mostraram um cartão vermelho a qualquer crise política. Devo interpretar esta vitória como um voto de confiança e promover os consensos necessários. Uma maioria absoluta não é o poder absoluto, não é governar sozinho. Esta maioria será uma maioria de diálogo com todas as forças políticas, (menos com aquela, referindo-se ao Chega) que cooperará, respeitando as competências próprias das Regiões Autónomas".


16 visualizações