Buscar
  • Henrique Correia

Costa surpreende: "Madeira e Açores não podem continuar a ser os grandes esquecidos"


Secretário-geral do PS veio à Madeira apresentar a moção a levar ao congresso.



António Costa, primeiro-ministro e secretário-geral do PS-M, veio à Madeira apresentar a moção que irá levar ao XXIII congresso nacional do partido, intitulada ‘Recuperar Portugal, Garantir o Futuro’. E foi aqui que Costa disse que "os Açores e a Madeira não podem continuar a ser os grandes esquecidos do nosso processo de desenvolvimento. Pelo contrário, têm de ser um dos grandes ativos desse processo”. Uma declaração que não deixa de ser surpreendente para as Regiões que se queixam de discriminação por parte do Governo central.

Segundo uma nota publicada pelo PS, nas suas plataformas, António Costa disse que temos de aproveitar a oportunidade de termos obtido o acordo para criação do certificado digital que permite agilizar a circulação dentro da União Europeia para “acelerar o mercado do turismo e das viagens neste período crítico que estamos a viver”. O líder socialista espera que o mercado britânico continue ativo e a ser um grande emissor de turismo para Portugal, mas vincou a importância de olhar para novos mercados, de modo a não ficarmos tão dependentes de um só.

A mesma informação faz referência a declarações de Paulo Cafôfo, líder do PS-M, sublinhando que "o País deve ter orgulho nas suas Regiões Autónomas”, salientando que estas regiões dão dimensão a Portugal em termos geográficos, económicos e culturais. Daí que, de acordo com Paulo Cafôfo, “a coesão nacional passa pela valorização e pelo reconhecimento da Autonomia”.

Acusou ainda o Governo Regional de não ter uma ideia de futuro e de não prever reformas que provoquem a transformação social e económica que a Madeira precisa.

10 visualizações