Buscar
  • Duarte Azevedo

COVID-19 continua a atacar: Nacional-Leixões adiado

Outras equipas madeirenses também devem não jogar nos próximos tempos


O Nacional-Leixões que estava marcado para o próximo domingo no Estádio da Madeira, na Choupana, deverá ser adiado. Tudo porque o conjunto de Matosinhos, como revela em comunicado, apresenta 12 casos positivos nos testes de diagnóstico Covid-19 realizados à estrutura do futebol profissional, tendo todos os elementos sido imediatamente isolados, seguindo as normas da Direção Geral de Saúde (DGS), enquanto o Delegado Regional de Saúde informou o departamento médico da Leixões SAD que 16 outros elementos terão de cumprir isolamento profilático, por um período de 14 dias. Situação que já levou ao adiamento do Leixões-Oliveirense, desta 4ª feira, para a II Liga. Tanto Nacional como Leixões aguardam, apenas, a confirmação oficial do adiamento dessa partida da 'Taça'. Mas mais equipas madeirenses de outras modalidades também devem ver jogos adiados. Não apenas por causa da resolução do Governo Regional mas, igualmente, pelo prolongamento do Estádio de Emergência decretado pelo Governo da República. O andebol do Marítimo, por exemplo, tinha três (!) jogos marcados para este fim-de-semana em Leiria (dois com a Juve Lis, um com o Sismaria) que deverão ser reagendados, enquanto no basquetebol, com Marítimo e Francisco Franco em questão, há reunião marcada para 5ª feira, e no voleibol, Marítimo e CS Madeira interessados, devem saber esta 4ª feira o que irá acontecer. O mesmo se diga do andebol feminino, embora sendo de I Divisão (CS Madeira e Madeira SAD) - neste caso impedidas de jogar, à priori, devido ao decretado pelo Governo Regional. No entanto, continua a haver muita incongruência no meio disto tudo. Um exemplo: a FPF já lançou um comunicado prolongando o impedimento de jogos até 9 de janeiro da II Divisão de futsal; no entanto, mantém os jogos da Taça de Portugal. Outro exemplo: as restantes Associações do Grupo as 5 (FPF, FPP, FPV, FPB, FAP) desta vez não assinaram um comunicado conjunto como fizeram anteriormente. E para além do futebol apenas o voleibol procura esclarecer a situação com uma enorme contradição: permite jogos da II Divisão! Quando o Governo estipulou que esse escalão não é equiparado a profissional...


9 visualizações