Buscar
  • Henrique Correia

Delinquência na cidade: "O assunto não está esquecido"

“A esmagadora maioria dos inscritos continua a desesperar por respostas aos seus problemas de urbanismo".




Esta é a resposta do Funchal Sempre à Frente, de Pedro Calado, quando em confronto com questões colocadas pela Confiança, de Miguel Gouveia, que mostrou hoje a preocupação por aquilo que considera como sendo "a inércia do executivo atual na resolução dos problemas que são apresentados: “Verifica-se reiteradamente que situações já reportadas por diversas vezes em reuniões anteriores, permanecem sem qualquer resposta por parte deste executivo, obrigando os requerentes a sucessivamente virem apresentar os mesmos problemas”, disse a vereadora Cláudia Dias Ferreira.

As numerosas situações de delinquência e ruído em diversas artérias do Funchal "continuam obstinadamente a não encontrar qualquer solução por parte deste executivo, sendo despachados com um lapidar “o assunto não está esquecido”, refere uma nota da Confiança.

“A esmagadora maioria dos inscritos continua a desesperar por respostas aos seus problemas de urbanismo. A morosidade na resposta aos seus processos, por um lado, e a dualidade de critérios daqueles que, depois de muita espera, conseguem uma resposta, por outro, tornam estes processos em autênticos calvários que tardam em chegar ao fim”, concluiu a vereadora.


4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo