top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Dinarte autarca do CDS descontente com medida do Governo onde está o CDS



O Serviço de Saúde entendeu não reabrir as Urgências em Santana e o próprio presidente do Governo já disse concordar com a decisão, uma vez que as portas abertas custam dinheiro para atender uma pessoa por noite. Dinarte não concorda.




Um governo de coligação, neste caso regional, tem destes problemas quando assume algumas decisões que colidem com pretensões locais e quando essas pretensões são protagonizadas por eleitos de um dos partidos, no caso o de menor expressão.

Dinarte Fernandes é o presidente da Câmara de Santana, do CDS. É, além disso, avesso a coligações, sendo que isso já lhe valeu alguma crispação interna que, não fora a vitória nas autárquicas e poderia ter dado outras consequências.

Em discussão, agora, as urgências fechadas à noite. O Serviço de Saúde entendeu não reabrir e o próprio presidente do Governo já disse concordar com a decisão, uma vez que as portas abertas custam dinheiro para atender uma pessoa por noite. O presidente da Câmara não concorda com a decisão e diz que a mesma deveria ser alvo de uma outra abordagem e deveria ser assumida pelo presidente do Governo e pelo secretário da Saúde. Dinarte lembra que havia um compromisso do Governo para a reabertura e por isso esta é uma má notícia que vem completamente fora de tempo.

Pois bem, a posição de Miguel Albuquerque está dada, não agradando ao autarca e provavelmente à população. Mas uma vez que ratifica a posição do SESARAM, as urgências em Santana e no Porto Moniz vão continuar fechadas.


13 visualizações

Comments


bottom of page