Buscar
  • Henrique Correia

Diretor clínico admite que há uma atitude humilde que tem permitido melhorar cuidados

Pedro Ramos considera haver uma cultura de segurança no Serviço de Saúde



Júlio Nóbrega, diretor clínico, disse hoje, no âmbito do 1º webinar organizado pela Comissão de Gestão de Risco Global (CGRG) do SESARAM, que existe “uma atitude humilde, mais próxima, que tem permitido melhorar os cuidados de saúde”, apontando para as alterações que os sistemas de saúde têm sofrido com a pandemia da Covid-19. Já Pedro Ramos, o secretário, presente na cerimónia, considerou que a “cultura de segurança” no Serviço de Saúde da RAM, tem sido uma política levada a cabo pelo Governo Regional na área da saúde.

Pedro Ramos privilegiou a segurança do profissional de saúde e do doente tendo apelado ao uso da plataforma de notificações de risco por parte de todos os profissionais. O coordenador da CGRG, enfermeiro Ricardo Silva, assumiu que apesar da pandemia o discurso científico deve ser reativado entre pares, dado ser esta uma bandeira da excelência dos profissionais do SESARAM.“Não há qualidade sem segurança, e não é possível garantir a segurança dos nossos doentes, se os profissionais não se sentirem seguros. Na resposta a esta pandemia, damos voz à segurança dos profissionais para poder ter doentes cada vez mais seguros, sendo este o mote da Organização Mundial de Saúde para as comemorações deste ano”, disse.

5 visualizações