Buscar
  • Henrique Correia

Dupla testagem "acerta o passo" mas ainda há atrasos em algumas notificações


As unidades de rastreio e os laboratórios estão sob pressão com o aumento do número de passageiros chegados à Região



A dupla testagem à Covid-19, na Região, está a acertar o passo e a unidade de rastreio no Hospital Dr. Nélio Mendonça, durante a tarde, registou grande afluência, mas a resposta foi rápida m, ao contrário do que aconteceu, por exemplo, na sexta-feira.

O processo de dupla testagem está, agora mais alargado, sendo que nestes dias que antecedem o Natal, bem como depois os que se seguem até final do ano, constituem "picos" para as unidades de rastreio e para o laboratório do SESARAM, colocado sob pressão nestes dias.

Apesar disso, há relatos, ainda, de situações em que a notificação chega fora de tempo ou nem chega, além de que alguns resultados do primeiro teste estão a ser informados muito para além das previstas 12 horas.

Refira-se que, na conferência de imprensa de ontem, o presidente do Governo tinha revelado alguns números relativamente a testes, dizendo que o Laboratório de Patologia Clínica do SESARAM já efetuou mais de 205.170 testes até segunda-feira.

Nos Laboratórios do Continente, já foram efetuados, até ontem, 46.513 testes. Destes, 249 com um resultado positivo, ou seja, o que corresponde a evitar o desembarque de dezenas e dezenas de infetados na Região. "Só por isso já valeu a pena», acrescentou Miguel Albuquerque.

Disse maus: "A média diária de testagem do laboratório Regional do SESARAM é superior a 2.000 testes por dia». «Lembro que quando começamos era de 50 testes por dia», complementou.

Miguel Albuquerque realçou que, na Região, há uma média de testes realizados por 100 mil habitantes de 76.648 testes. No Continente, essa média é de 47.960 testes.

E anunciou que, desde o dia 2 de dezembro, foram agendados 6011 testes entre o 5º e 7º dia. E foram já realizados 3779 testes, estando agendados para os próximos dias os restantes. Onze foram positivos até à data, o que atesta da importância desta medida, relativamente à contenção de novas cadeias de transmissão na Região.

5 visualizações