Buscar
  • Henrique Correia

Empresas de comunicação social canalizam apoios para áreas que não são informação


A denúncia é do Sindicato dos Jornalistas numa audiência com o PS Madeira




O Sindicato dos Jornalistas da Madeira veio hoje fazer uma denúncia grave relativamente ao destino que as empresas de comunicação social dão às verbas consagradas no MEDIARAM, um programa de apoio que todos os anos dá 300 mil euros a cada um dos dois jornais, além dos dinheiros públicos canalizados para essas publicações, através de várias outras rubricas.

Esta denúncia grave do Sindicato, que surge agora mas que certamente não é nova, uma vez que esses apoios existem há cinco anos, foi feita pelo presidente da estrutura sindical, que é um dos jornalistas alvo de despedimento coletivo na TSF. Hoje, defendeu a necessidade de os apoios do MEDIARAM serem consignados “para as redações e para os jornalistas, que são quem produz a informação, para garantir essa independência que o jornalismo deve ter”.

O Sindicato reuniu-se com a Tendência Sindical do PS, representado por Sofia Canha (responsável por esta estrutura do partido), Jacinto Serrão e Mafalda Gonçalves, onde os socialistas centraram a sua atenção no interesse público da informação. "Só garantindo essa independência, tanto das redações como dos jornalistas, é que se pode ter um bom jornalismo, um jornalismo de qualidade e independente”, vincou Sofia Canha.

A parlamentar referiu que “não é com precariedade e com menos condições que se pode exigir aos jornalistas cada vez mais trabalho”, frisando que “é preciso garantir que esta classe tem as condições necessárias para fazer um trabalho com dignidade e com fiabilidade, para que as pessoas que recebem informação possam ter a garantia que a mesma é, de facto, fidedigna, fiável e correta”.

Perante esta posição do Sindicato e em vésperas de duas iniciativas, do PSD e do PCP, sobre os apoios à comunicação social, surgem algumas posições que encaminham o debate para a gestão de dinheiros públicos nas empresas, sem a correspondente verificação sobre a boa aplicação dessas verbas.

20 visualizações