Buscar
  • Henrique Correia

Enfermeiros dão passo em frente no descongelamento de carreiras


Sindicato satisfeito com avanços na reparação de injustiças



O Sindicato dos Enfermeiros da Região mostra-se satisfeito com os progressos verificados no processo relacionado com o descongelamento da carreira de enfermagem, resolvendo o que considera como injustiças. A posição foi assumida na sequência de uma reunião com o Conselho de Administração do Serviço de Saúde da Região (SESARAM).

Numa nota publicada na página sindical, é referido que "para efeitos de descongelamento e alteração de posicionamento remuneratório serão corrigidas as situações de contabilização de pontos nos anos de 2004, até 29 de agosto de 2005, assim como aos enfermeiros que exerceram funções de formador de serviço e aos que adquiriram graus académicos, desenvolvimento profissional". No que se prende com os enfermeiros especialistas, o Sindicato revela que "depois da exposição feita pelo SERAM a tipificar individualmente as situações, os enfermeiros especialistas titulados com uma especialidade até maio de 2019 que ocupam um posto de trabalho no mapa de pessoal do SESARAM, e exercem efetivamente a sua especialidade, transitaram para a categoria de enfermeiro especialista da nova carreira de enfermagem. Serão tidas em consideração a situação dos enfermeiros das categorias subsistentes". O SERAM aponta o reconhecimento do trabalho realizado pelos trabalhadores do SESARAM, no âmbito da Pandemia Originada pelo COVID 19: "Atendendo ao contexto pandémico em que a RAM se encontra e tendo em consideração a dedicação o esforço e a excecionalidade com que exercem todos os trabalhadores do SESARAM, independentemente do vinculo ou categoria profissional. Os enfermeiros reúnem todas as condições para serem majorados em pontos nos biénios pandémicos no âmbito do Sistema Integrado da Avaliação do Desempenho adaptado aos profissionais de enfermagem. A bonificação corresponde à atribuição de 4 pontos em cada um dos biénios"

5 visualizações