Buscar
  • Henrique Correia

Ensino todo presencial a partir do dia 12 e medidas reavaliadas após 14 dias


Região vai montar, no Aeroporto, um projeto piloto com cães farejadores, no âmbito da estratégia de combate à Covid.


A vacinação dos professores está a decorrer bem, garante Miguel Albuquerque


O presidente do Governo Regional anunciou hoje que a Madeira vai avaliar a evolução pandémica no período de 14 dias após 12 de abril, dia em que o ensino passa a estar todo presencial, com a circulação de 58 mil pessoas. Os 14 dias correspondem ao período designado de quarentena, que torna possível uma avaliação mais correta por forma a permitir uma decisão sobre as medidas a tomar.

Miguel Albuquerque diz que a situação, na Madeira, "está controlada", os focos de contágio estão definidos e o processo de vacinação está a decorrer bem, sendo que decorre a vacinação de professores até sábado e a testagem de todos os alunos.

O presidente do Governo, que falava na inauguração da exposição sobre a obra fotográfica de João Pestana, no Museu de Fotografia da Madeira – Atelier Vicente’s, disse que a fase seguinte será a testagem maciça de outros setores importantes de atividade.

Albuquerque adiantou, ainda, que a Região vai montar, no Aeroporto, um projeto piloto com cães farejadores, no âmbito da estratégia de combate à Covid. Os cães já estão a ser alvo de treino.


13 visualizações