Buscar
  • Henrique Correia

Esqueçam a Noite do Mercado tal como ela era; Não há barraquinhas com bebidas alcoólicas

Miguel Albuquerque: "Não vamos facilitar. Também gosto de tomar a poncha, mas neste momento não há condições". Quanto ao fogo, reafirmou que é garantido, mas não quer que a noite de final de ano, na Madeira, se transforme num foco de contaminação.



Noite do Mercado ainda pode haver, mas como esta da imagem, não haverá de certeza este ano, esclarece Miguel Albuquerque


O aviso é de Miguel Albuquerque e foi lançado hoje à margem da visita às obras da Escola do Estreito de Câmara de Lobos. À pergunta se vai ou não haver a Noite do Mercado, a 23 de dezembro, que levada milhares ao centro do Funchal, o presidente do Governo deixou bem claro sem adiantar o que vai acontecer: "Não há confusão. A Noite do Mercado, tal como existia, não vai existir. É melhor não falarem disso. Na Madeira, não andamos a trabalhar no improviso, fazemos as coisas com planeamento, com tempo, vamos anunciar decisões com base nas recomendações da Direção Regional de Saúde para esses eventos. Mas a Noite do Mercado, tal como a conhecemos, não vai existir. Barraquinhas com venda de bebidas alcoólicas, não há de certeza. Não vamos facilitar. Também gosto de tomar a poncha, mas neste momento não há condições".

Quanto ao fogo, reafirmou que é garantido, mas não quer que a noite de final de ano, na Madeira, se transforme num foco de contaminação.

4 visualizações