top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Estabilidade, desenvolvimento económico e coesão social



São estes os três pilares definidos por Miguel Albuquerque para a governação da Madeira.






“Aqui na Madeira, estamos a atingir o termo dos quatro anos de Governo e o que é importante é analisarmos os pilares fundamentais nos quais tem assentado a nossa governação Social-democrata”, sublinhou Miguel Albuquerque, durante o Encerramento da Conferência “Coesão Territorial: desafios do poder local”, dinamizada no âmbito do “Compromisso 2030”, destacando, a este nível e, em primeiro lugar,



Miguel Albuquerque destacou hoje a estabilidade política da governação da Madeira como "decisiva para governarmos com sucesso a nossa Região, transmitindo a confiança necessária aos cidadãos e aos agentes económicos, estabilidade essa que deve manter-se para o futuro, de modo a que o Governo continue a cumprir com aquilo que promete à população".

Logo depois, o presidente do Governo e líder do PSD-M indica o "desenvolvimento económico, com resultados impressionantes designadamente ao nível do Turismo, do Imobiliário e das Tecnologias e com reflexos diretos na taxa de desemprego mais baixa dos últimos 14 anos, a par da diversificação económica que esta a ser conseguida e do investimento privado que, acompanhando o investimento público, continua a aumentar, fazendo com que a Madeira seja reconhecida no Índice de Competitividade da União Europeia, à frente das Canárias e largamente dos Açores".

Albuquerque realça a coesão social sublinhando que "todas as políticas do seu Governo foram sempre orientadas no sentido de criar uma sociedade coesa socialmente e que o crescimento económico tem sido acompanhado por um conjunto de políticas de apoios aos mais vulneráveis, tendo a Região sido pioneira, tanto na altura da pandemia quanto, mais recentemente, face à instabilidade que se vive na Europa, no lançamento de um conjunto de apoios às empresas, aos idosos e também na habitação.

As declarações foram proferidas aquando do encerramento da Conferência “Coesão Territorial: desafios do poder local”, dinamizada no âmbito do “Compromisso 2030”.


7 visualizações

Comments


bottom of page