Buscar
  • Henrique Correia

Exercício à escala real envolveu o teleférico e a Proteção Civil


Através da criação de 5 cenários ao longo do Teleférico do Funchal, foram várias as oportunidades que o dispositivo teve para aplicar diferentes técnicas de resgate.






O Serviço Regional de Proteção Civil, IP-RAM em parceria com a empresa Teleféricos da Madeira, realizou um exercício à escala real - LIVEX, cujo

objetivo principal desta atividade foi proporcionar uma oportunidade aos operacionais das equipas de resgate em montanha com especialização em ambiente em teleférico, para que possam treinar em situações que se pareçam as mais reais possíveis.

Através da criação de 5 cenários ao longo do Teleférico do Funchal, foram várias as oportunidades que o dispositivo teve para aplicar diferentes técnicas de resgate, para a resolução de uma situação de paragem aleatória do teleférico, nomeadamente a utilização de plataformas e autoescada, bem como técnicas de resgate vertical e guiada, refere uma nota publicada nas plataformas digitais.

Este simulacro, organizado pelo SRPC, IP-RAM através do Comando Regional de Operações de Socorro – CROS, contou com a participação de elementos afetos aos corpos de bombeiros da RAM, Serviço Municipal de Proteção Civil do Funchal e Polícia Segurança Pública.

2 visualizações