Buscar
  • Henrique Correia

Falta política integrada de família com ensino gratuito da creche à universidade


Não basta dar um prémio pelo nascimento, manuais escolares gratuitos, são paliativos mas que não resolvem o problema.





O presidente da Assembleia Regional fez uma intervenção, na sessão do 1 de julho, Dia da Região, a que ninguém pode ficar indiferente. Muito menos o Governo. Num novo estilo de um presidente parlamentar mais interventivo lançou vários alertas, a desigualdade social foi um deles. O desequilíbrio entre velhos e novos, que obrifa a políticas que evitem problemas de sustentabilidade da Segurança Social, foi outro.

José Manuel Rodrigues disse que não há uma correta política integrada de família e que a redução drástica da natalidade aconselha-nos a ponderar.

Somos menos de 254 mil habitantes. Não basta dar um prémio pelo nascimento, manuais escolares gratuitos, são paliativos mas que não resolvem o problema. É preciso uma política integrada de família, que crie condições de estabilidade laboral para os jovens, ensino gratuito da creche à universidade, política fiscal que bebeficie os maiores agregados familiares, apoios à construção de habitação e programa de apoio aos lusodescendentes que se queiram fixar na Madeira. As medidas são urgentes e inadiáveis".

5 visualizações