Buscar
  • Henrique Correia

Fila "interminável" para o segundo teste no Hospital; Natal pode agravar resposta


Neste momento, a fila dá a volta ao Hospital e as pessoas desesperam com o tempo de espera até aos pavilhões instalados no exterior do Hospital


As imagens não expressam a real situação da fila, que dá a volta ao Hospital


Depois de problemas informáticos relacionados com a dupla testagem decidida pelo Governo, relativamente aos residentes e emigrantes que chegam ao Aeroporto Internacional CR7, com a notificação de alguns segundos testes a chegarem depois dos 7 dias previstos, agora são as filas intermináveis no Hospital Dr. Nélio Mendonça.

Neste momento, estará já resolvido esse problema inicial e as notificações estão s chegar com marcações para o quinto dia depois do primeiro teste. Mas outro problema é o número de passageiros a chegar para a quadra natalícia e a falta de resposta nas unidades responsáveis pela feitura do segundo teste. Neste momento, a fila dá a volta ao Hospital e as pessoas desesperam com o tempo de espera até aos pavilhões instalados no exterior do Hospital. Os números avançados apontam para perto de uma centena de pessoas à espera, sendo de estranhar a marcação deste números de testes para este período.

A medida do segundo teste foi agora alargada, uma vez que já estava em vigor para estudantes universitários e profissionais da Educação, Saúde, serviço social, Proteção Civil e forças de segurança.

Com um fim de semana de aumento de passageiros, sobretudo estudantes, a avaliar por aquilo que se passa hoje, a próxima semana poderá ser preocupante se não forem reforçados os meios deste rastreio da dupla testagem.

16 visualizações