Buscar
  • Henrique Correia

Filipe Sousa diz que o anterior presidente do PSD gastou 80 mil euros para ir à Venezuela



"Tivemos que disciplinar o uso de cartões de combustível sem plafond e sem qualquer controlo nos consumos, e até descobrimos casos de viaturas municipais avariadas e paradas há anos que gastavam combustível".



O presidente da Câmara de Santa Cruz fez hoje várias denúncias relativamente à anterior gestão do PSD, no concelho, para explicar à população que o caminho não é voltar ao passado mas sim manter o presente, ou seja a liderança do JPP. Filipe Sousa diz que se recandidata pela última vez, por atingir o limite de mandatos, e pede confiança ao povo.

O autarca lembra a dívida: "Tivemos de recuperar 20 milhões de euros de dívida, contraída sem procedimento adjudicatório, isto é sem contrato, sem orçamento e sem requisição". Mais: "Tivemos que disciplinar o uso de cartões de combustível sem plafond e sem qualquer controlo nos consumos, e até descobrirmos casos de viaturas municipais avariadas e paradas há anos que gastavam combustível".

A explanação de casos, relacionados com a liderança PSD no concelho, tem mais a referenciar, segundo Filipe Sousa: "Tivemos de recuperar viaturas de recolha de lixo que foram paradas intencionalmente para permitir a prestação de serviços com empresas de amigos e amigalhaços (sem contrato); Enquanto isso a assistência a essas viaturas municipais custaram, em menos de três anos, €2.100.000,00, claro que tudo isto, mais uma vez,sem qualquer tipo de contrato"

Mas diz o autarca do JPP que "enquanto tudo isto decorria, a dívida aumentava e o anterior presidente da Câmara gastava 80 mil euros para uma viagem à Venezuela, com a justificação de cativar investimento quando, na verdade, aquele país já dava sinais de profunda recessão. Na verdade, a viagem foi uma espécie de excursão de militantes do PSD, com despesas pagas pelo Município, ou seja por todos os santacruzenses. Santacruzenes que também pagavam as deslocações entre concelhos da RAM, com o presidente a apresentar à Câmara até o dinheiro da bica que tomava", esta uma referência já feita anteriormente.

Filipe Sousa diz, ainda, que "pelo meio, a Câmara até pagava o fornecimento de água às sedes do PSD. De tudo isto fomos nós que recuperamos, para vir agora o PSD falar em recuperar Santa Cruz não se sabe muito bem de quê e para quê."

10 visualizações