Buscar
  • Henrique Correia

Filipe Sousa manda mensagem ao povo: "Sei que deixámos de ser cegos"


"Recebi um concelho que cresceu em população, mas que revelava um atraso infraestrutural de décadas".




Santa Cruz assinala hoje o Dia do Concelho e Filipe Sousa começou esta sexta-feira, 25 de junho, com uma mensagem no Facebook, onde recorda "oito anos qye se saldaram num percurso desafiante, não isento de dificuldades, mas também marcado por conquistas significativas e relevantes. Não posso deixar de recordar que recebi este Município em situação de falência, endividado e descredibilizado".

O autarca não perde a oportunidade para penalizar a anterior gestão social democrata do concelho: "Recebi um concelho que cresceu em população, mas que revelava um atraso infraestrutural de décadas, uma total ausência de investimento recente e de um programa social capaz de dar resposta a quem precisava. Um concelho que carecia de uma identidade e de orgulho próprios que o catapultassem para o patamar de importância que realmente tem: porta de entrada na Região, segundo polo turístico, lugar onde muitos escolheram viver, terra de múltiplas potencialidades naturais e de uma riqueza cultural ímpar".

Filipe Sousa diz ter sido "com este povo que, em oito anos, consegui mudar radicalmente este concelho que hoje se pode orgulhar de uma recuperação financeira assinalável, de um investimento infraestrutural sem paralelo num passado recente, de um programa social inovador, e de um calendário de eventos que recuperou o orgulho de nos termos afirmado como capital do Natal, de termos a nossa Festa da Flor, num concelho que aposta na sua herança cultural passada e na sua força vindoura de um futuro".

E lança um desafio: "Desafio quem quer que seja, e sei que os santacruzenses me acompanham neste sentir, a dizer quando e onde é que nas últimas décadas Santa Cruz teve tanto investimento na reabilitação urbanística? Quando é que, nas últimas décadas, Santa Cruz teve a quantidade enorme de investimentos que estão a recuperar as nossas estradas, a lançar e a renovar redes de água e saneamento? Desafio a dizerem quando é que Santa Cruz teve acesso gratuito ao medicamento, com centenas de famílias apoiadas? Quando é que Santa Cruz teve teve ajuda às pequenas cirurgias, à realização de exames e de consultas médicas?"

Filipe Sousa acredita que "os nossos opositores querem fazer crer que nada disto existe, que nada disto aconteceu nos últimos oito anos", mas acrescenta que

"nada disto existia há oito anos, e tudo isto é agora uma realidade à vista de todos, à vista dos que não andam cegos por regressar ao poder num concelho que deixaram tristemente na miséria e na falência".

E Filipe Sousa termina assim: "Mas eu sei que deixámos de ser cegos, eu sei que hoje nos erguemos orgulhosos do que conquistámos. E sei de tudo isto porque também sou deste povo, desta gente, desta cepa corajosa e confiante. Sei que sou dos que trabalham e não desistem."



12 visualizações