Buscar
  • Henrique Correia

Filipe Sousa revela caso suspeito na Câmara e denuncia bares com lotação excessiva


Presidente da Câmara de Santa Cruz enviou, sábado, mensagem a Miguel Albuquerque alertando-o para a importância de adiar o início das aulas



A Câmara de Santa Cruz esteve reunida esta manhã depois do concelho ter passado a "risco elevado" na contabilização de casos de Covid-19 registados nos últimos 14 dias e nos parâmetros da DGS definidos para uma estimativa por 100 mil habitantes.

O presidente da Autarquia anunciou que "há mais um caso suspeito de uma funcionária camarária, pelo que vão ser desinfetados alguns espaços da autarquia. Por um imperativo de saúde pública, a Câmara também chamou a si a desinfeção da Igreja da Achada de Gaula, onde uma paroquiana testou positivo". Ali

Filipe Sousa disse que a autarquia está disponível para intervir neste tipo de ação sempre que necessário em espaços de utilização pública.

O autarca diz, segundo revela uma nota da Câmara, que tem feito algumas rondas noturnas pelo concelho e considera preocupante alguma lotação excessiva de bares, um assunto que colocará às autoridade de saúde. Reforçou, aliás, a importância das pessoas cumprirem as recomendações das autoridades de saúde, porque só assim se poderá combater esta pandemia.

O Presidente da Câmara confessou ainda que no fim-de-semana alertou o Presidente do Governo, por mensagem, para a importância de adiar o início das aulas, mas essa não foi, contudo, a opção tomada pelo executivo regional.

68 visualizações