top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Funchal ajuda a reabrir comércio que encerrou pelas dificuldades


A Autarquia aprovou o alargamento do programa “ALAVANCAR” de apoio ao comércio, de modo a que chegue a mais comerciantes.





A Câmara Municipal do Funchal aprovou esta quinta-feira o programa de apoio ao comércio, o Abrir – Funchal, no valor de 150 mil euros e que se destina à reabertura de estabelecimentos, por ora, encerrados, revela uma nota da Autarquia.

Este programa inclui apoio "às rendas, com limite de 600 euros» e por "seis meses" sendo que a autarquia "vai continuar a trabalhar para melhorar majoração, em 10% deste valor para todos os negócios» que estejam abertos «seis dias por semana" e em "20%" para os que abram durante toda a semana.

Na reunião de Câmara, a Autarquia aprovou o alargamento do escopo do programa “ALAVANCAR” de apoio ao comércio, de modo a que chegue a mais comerciantes, como explicou Pedro Calado.

Como adiantou o presidente da CMF, "vamos alterar, com alguma pertinência, os códigos de actividade económica das empresas beneficiárias", para "incluirmos mais empresas "do que aquelas que estavam previstas. O objectivo é chegar a mais empresas», concluiu, lembrando antes que este programa de apoio tem um valor de 450 mil euros e que também foram alargadas «as despesas elegíveis", tais como as que são gastas em câmaras de videovigilância e sistemas de alarme.

Outras aprovações de hoje, na Reunião de Câmara, foram os benefícios fiscais municipais para "mais dois projectos de reabilitação urbana, um na Freguesia da Sé e outro na Freguesia de São Pedro".

Destaque ainda para a aprovação do apoio de 313 mil euros a 50 entidades da área da cultura, com Pedro Calado, a frisar o reforço que a autarquia está a fazer no apoio à cultura.

5 visualizações

Comentarios


bottom of page