top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Funchal dá benefícios fiscais a jovens casais



34º Congresso Nacional de Hotelaria e Turismo decorrerá no primeiro semestre de 2024 no Funchal.





“Está  a ser um sucesso” a medida de isenção de IMI e IMT para os jovens até 35 anos (ou casais jovens cuja média de idades não ultrapasse 38 anos) que adquirirem habitação própria permanente, no Valor Patrimonial Tributário (VPT) até 200 mil euros.

Este balanço “positivo” foi feito pelo Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Pedro Calado, após a reunião semanal da Vereação. Hoje foi aprovada a atribuição de benefícios fiscais a mais jovens casais. Pedro Calado informou que a medida, isenção do IMT e de três anos do IMI, implementada no início deste ano, já teve 11 adesões, cujo total de investimento ascende a 1,3 milhões de euros, em termos de valor de aquisição, e de 100 mil euros de isenção de IMT, valor este de poupança para os jovens, refere uma nota da Autarquia.

No âmbito do regulamento de Atribuição de Apoios ao Associativismo Desportivo para o ano de 2023, foram aprovados apoios às seguintes entidades: 3.500 euros à Associação Ornitológica da Madeira; 3.000 euros à Associação de Karting da Madeira e  5,500 euros ao exercício da atividade da entidade Centro Treino Mar. Pedro Calado explicou que esta participação financeira  visa apoiar, por um lado, os  jovens valores a ter espaço de progressão fora da Madeira nas suas áreas e, por outro,  permitir que esses eventos internacionais em que vão participar venham depois a ter lugar no Funchal.

Foi também deliberado um apoio financeiro de 19 mil euros à Associação de Hotelaria de Portugal para a realização do 34º Congresso Nacional de Hotelaria e Turismo que decorrerá no primeiro semestre de 2024, trazendo à região mais de 500 profissionais do setor. Pedro Calado refere que este apoio é uma forma de “promover” a economia local e “incentivar” ao comércio.


5 visualizações

Comentarios


bottom of page