Buscar
  • Henrique Correia

Funchal já investiu 3,5 milhões nos programas em contexto de trabalho


No último ano, em contexto de pandemia, o Município do Funchal investiu 700 mil euros em programas de formação.



O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, acompanhado pelo respetivo Executivo procedeu, esta manhã, à entrega de certificados a 55 formandos que concluíram o Programa Municipal de Formação e Ocupação em Contexto de Trabalho (PMFOCT), numa cerimónia que decorreu na Sala da Assembleia Municipal.

Miguel Silva Gouveia referiu, na ocasião, que a Câmara Municipal do Funchal “desde a criação deste programa, em 2014, já recebeu mais de 550 formandos, o que representa um investimento de mais de 3,5 milhões de euros.

Numa nota enviada pela CMF refere-se que "esta tem sido uma aposta da Autarquia na formação dos munícipes e na promoção de políticas de reinserção no mercado de trabalho, que permitiu dotar praticamente todos os nossos departamentos com bolseiros de diferentes áreas de atividade.”

O Programa de Formação e Ocupação em Contexto de Trabalho é destinado a pessoas em situação de desemprego que não recebem qualquer tipo de apoio, aos quais é atribuída uma bolsa mensal no valor de €438.81 (IAS), com um prémio de incentivo e integração no final do programa. No último ano, em contexto de pandemia, o Município do Funchal investiu 700 mil euros em programas de formação, tendo atualmente 103 formandos no ativo.

1 visualização