top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Funchal já tem soluções para os desalojados do temporal



"Já temos, neste momento, sete habitações preparadas para receber sete famílias", sendo que, para as outras sete, a autarquia já iniciou o processo de subarrendamento". IHM está a seguir 13 outras famílias.




A Câmara Municipal do Funchal deu conta, hoje, que o presidente da Autarquia, acompanhado pela vereadora com o pelouro social, Helena Leal, esteve ontem a visitar as famílias desalojadas na sequência da depressão Óscar e também do Bloco II do Complexo Habitacional do Canto do Muro III e que se encontram, temporariamente, alojadas no Regimento de Guarnição Nº3, na Nazaré.

Presentemente são "27 famílias (72 pessoas desalojadas), das quais 13 já estão a ser acompanhadas  pelo IHM (31 pessoas) e as outras 14 (41 pessoas) pela SociohabitaFunchal, sendo que os dois casos considerados mais prioritários (nos quais uma gravidez e um recém-nascido) do IHM terão casa brevemente.

Do lado das 14 famílias, acompanhadas pela CMF, via SociohabitaFunchal, Pedro Calado realçou que "já temos, neste momento, sete habitações preparadas para receber sete famílias», sendo que, para as outras sete, a autarquia já iniciou o processo de subarrendamento de modo a conseguir realojá-las, explicou.

"O que estamos a transmitir, no RG3 é, por um lado, agradecer todo o acolhimento que tem sido dado, por outro, estamos a fazer o acompanhamento das situações mais carenciadas», inclusive no "apoio médico, que é necessário", bem como os "casos urgentes e que têm de ser resolvidos", reforçou, adiantando que «todas as situações» estão a ser tratadas "com a máxima urgência possível".

 

17 visualizações

Comments


bottom of page