Buscar
  • Henrique Correia

Funcionário dos CTT suspeito de desvio de 51.800 euros é membro do JPP; partido lamenta

Atualizado: 13 de Nov de 2020


JPP esclarece que o cidadão em causa "já manifestou vontade em abandonar cargos politicos e públicos"


O funcionário dos CTT, na Madeira, detido pela PJ e suspeito de ter desviado mais de 51.800 euros, é membro do partido Juntos Oelo Povo e integra o elenco da Junta de Freguesia da Camacha. O homem, de 47 anos de idade, é suspeito da prática de crimses de peculato, falsificação de documentos e violação de correspondência.

Neste contexto, o secretariado nacional do JPP, através de uma nota assinada por Élvio Sousa, esclarece que "o JPP lamenta toda a situação, e como tem sido apanágio do seu modus operandi na defesa de uma forma de ser e estar na política, com transparência, retidão e responsabilidade, tomará o movimento os procedimentos necessários e legais no âmbito dos cargos políticos e públicos ocupados pelo cidadão em questão, realçando que o próprio já manifestou vontade em abandonar os mesmos. O movimento irá aguardar serenamente pelo desenvolvimento da situação nos tramites da justiça”.

26 visualizações