Buscar
  • Henrique Correia

Gonçalo Pimenta "bate" na gestão da Câmara e leva apupos


Deputado municipal do CDS diz que o Funchal é cudade "cada a vez mais desordenada, cada vez mais suja, e cada vez menos cuidada”.



O deputado municipal Gonçalo Pimenta, do CDS, recebeu alguns apupos durante a intervenção no Dia da Cidade do Funchal. Disse que em 8 anos nada foi feito. Foi forte nas críticas ao atual Executivo, é o primeiro representante do CDS nas listas da Coligação ‘Funchal Sempre à Frente’ à Assembleia Municipal do Funchal. E garante que com o PSD/CDS à frente dos destinos do Funchal serão lançados “projetos transformadores, que permitam melhorar as condições de vida dos Funchalenses e que, ao mesmo tempo, aumentem a atratividade do Funchal do ponto de económico”.

Gonçalo Pimenta começou por apontar as “enormes deficiências” da cidade do Funchal, fruto da atual gestão camarária liderada pelo Partido Socialista, criticou uma cidade que é “cada a vez mais desordenada, cada vez mais suja, e cada vez menos cuidada”.

Para líder de bancada dos centristas na Assembleia Municipal do Funchal, os indicadores financeiros da autarquia, liderada pela Coligação Confiança, são “péssimos”.

Apontou algumas obras prometidas e não cumpridas: "O programa de arrendamento jovem a preços controlados, anunciado, com pompa e circunstância, em 2017. O que foi feito nesta matéria? Nada! O programa estratégico de reabilitação urbana. A requalificação do centro da freguesia de São Gonçalo. O Sistema de utilização partilhada de bicicletas elétricas. A reparação e Reconversão Urbanística do Caminho da Ribeira Grande. A regularização de Casas de Génese Ilegal. A execução medidas Cartão Eco Funchal. O novo Centro Social na Freguesia de Santa Luzia. A criação de estacionamentos no centro do Funchal. Novas áreas de Reabilitação Urbana em São Roque, Imaculado Coração de Maria e Santa Maria Maior. O reforço dos fundos do gabinete das zonas altas do Funchal. O que foi feito nesta matéria? Nada!”.



14 visualizações