Buscar
  • Henrique Correia

Governo alarga a turistas os testes rápidos nas Farmácias


Testes acessíveis a turistas que o solicitem durante a sua estadia na RAM, desde que os mesmos tenham efetuado a expensas próprias, um teste PCR de despiste de infeção por SARS-CoV-2 previamente à chegada aos aeroportos da Região.



O Governo Regional decidiu alargar, aos turistas, os testes rápidos nas farmácias, até ao momento acessíveis apenas a residentes, que como se sabe poderão fazê-los de 14 a 14 dias. A medida entra em vigor este sábado. A resolução publicada esta sexta-feira altera, asdsim, os pressupostos que estavam na anterior decisão, lembrando-se que foi celebrado entre o IASAÚDE e a Associação Nacional de Farmácias, através da FARMINVESTE, IPG, um contrato de aquisição de serviços nas farmácias da Região, de testagem por TRAG (testes rápidos antigénio) para a SARS-CoV-2, estando atualmente este contrato circunscrito aos cidadãos residentes na RAM. Neste âmbito da prevenção, proteção e segurança sanitária da população, comunidade madeirense e dos cidadãos que nos visitem, o Governo determinou que "seja assegurada pelo Instituto de Administração da Saúde, uma prestação de serviços de testagem por TRAg, para SARS-CoV-2, aos cidadãos residentes na Região que solicitem a realização daqueles testes nas farmácias da Região, bem como aos turistas que o solicitem durante a sua estadia na RAM, desde que os mesmos tenham efetuado a expensas próprias, um teste PCR de despiste de infeção por SARS-CoV-2 previamente à chegada aos aeroportos da Região. A execução do disposto na presente Resolução é coordenada e monitorizada pela Secretaria Regional de Saúde e Proteção Civil.


11 visualizações