Buscar
  • Henrique Correia

Governo atribui 358 mil aos grupos da Festa da Flor; objetivo é o desconfinamento


“Madeira Flower Collection”, que se realizará nos dias 8 e 9 de outubro, leva 54.990 euros. Eduardo Jesus diz que esta edição de 2021 tem a ver "com o virar de página".




A Festa da Flor, o governo já o disse, deve marcar aquele que podemos considerar o desconfinamento total na Madeira, designadamente a dispensa da máscara e uma retoma da economia marcada por este cartaz turístico fora de tempo, em relação ao que era habitual antes da pandemia, mas adaptado às circunstâncias. Isto, claro, se não houver surpresas do ponto de vista da evolução epidemiológica. O evento realiza-se de 1 a 24 de outubro, com o tema “Madeira, Jardim da Esperança”.

O Governo já divulgou alguns números diretamente ligados com os grupos participantes, registando-se um total de 358.390 euros distribuídos por 13 grupos cuja função é garantir a animação dos festejos, sendo que daquele montante 54.990 euros vai para a iniciativa da da AJEM - Associação de Jovens Empresários Madeirenses, denominada “Madeira Flower Collection”, que se realizará nos dias 8 e 9 de outubro, e que integrará o programa da Festa da Flor 2021. Trata-se de um evento multidisciplinar de moda, que tem presente a "promoção do tecido empresarial, social e artístico, assim como a dinamização do comercio e da atividade industrial da Moda na Região, o incentivo à carreira dos “designers” regionais, o fomento ao aparecimento dos novos valores nas mais diversas áreas de intervenção da moda, desenvolvendo novas formas de intervenção, cooperação interdisciplinar e escoamento deste importante produto; design e inovação dotando assim a Região de um evento importante ligado à moda, que se reveste de extrema importância para o desenvolvimento turístico-cultural da Região".

O Governo quer que a próxima edição da Festa da Flor pretenda ser um grande evento que possa restabelecer a

confiança, o bem-estar e a alegria às pessoas, quer sejam residentes ou visitantes", sendo de "absoluta e imperiosa necessidade garantir desde já, com caráter de inadiabilidade, a preparação deste grande cartaz turístico, sob pena de perda

de posicionamento no Mercado e, em consequência disso, a demora ou o tardar no relançamento da economia regional,

com tudo a que lhe está inerente.

Esta aposta e definição de verbas têm a ver com a "impreterível preparação imediata das condições de retoma da normalidade após a dissipação da atual pandemia mundial do novo Coronavírus, o que significa e corresponde ao imperativo relançamento da economia regional, pelo que a Festa da Flor pode constituir um momento desse relançamento do destino Madeira, tanto no mercado nacional como nos mercados internacionais", como refere o texto da resolução que estabelece os montantes a distribuir pelos grupos.

Entretanto, no site da secretaria do Turismo, o secretário rgional de Turismo e Cultura crê que a Festa da Flor 2021 “constituirá o grande momento de alegria, tanto para os nossos residentes, que tanto vivem este evento, como também para os visitantes que há muitos anos o reconhecem como um dos momentos mais relevantes da nossa oferta anual de animação turística”.

Eduardo Jesus diz que o tema escolhido para esta edição “tem a ver com isso mesmo, com o virar de página, com o qual a Madeira quer continuar a ser um jardim de esperança para todos e também um reforço evidente para a retoma que se quer no turismo”.


É esta a distribuição de verbas da Festa da Flor 2021:


ANIMAD "Bella Ciao"

27.200 euros


A Madeira é uma Tela

26.200


Jardim Secreto: o desabrochar da Esperança

24.500


Wonderland

24.500


Madeira Flower Collection

54.990

La vie en rose

24 500


Maravilhosas Flores do Meu Jardim

21.000


Semeando Sonhos

21.000


O Mundo da Imaginação

24.500


Flourish - Florescer

24.500


Madeira Alegria das Cores

24.500


De Sol e da Lua

37.000


Flores da Esperança

15.000 euros

3 visualizações