Buscar
  • Henrique Correia

Governo e ACIF vão "desenhar" plano de apoio que abrange comércio e restauração


Apoios poderão passar pela elaboração de um contrato programa com a associação empresarial.



O Governo Regional está disponível para apoiar a restauração, foi essa a primeira informação, associada a um apoio idêntico aos profissionais de táxi, cujo acordo foi assinado esta manhã. Agora, o Governo alarga apoio ao comércio, face às medidas avançadas de restrição da Covid-19, designadamente o encerramento dos estabelecimentos às 18 horas de segunda a sexta e às 17 horas aos fins de semana. Hoje, a reunião com a ACIF visou a definição de alguns pormenores para execução desses mesmos apoios, que apontam para o pagamento de 438,81 euros a cada trabalhador, incluindo sócios gerentes.

Nesta reunião de hoje, o Executivo esteve representado pelo vice-presidente, Pedro Calado, e pelo secretário regional de Economia, Rui Barreto, reuniu esta manhã com a Direção da Associação Comercial e Industrial do Funchal (ACIF). Sobre a mesa esteve o desenho do anunciado plano de apoio ao comércio e à restauração, que poderá passar pela elaboração de um contrato programa com a associação empresarial.

Uma nota do gabinete de comunicação de Rui Barreto dá conta que o Executivo já anunciara a intenção de apoiar, no valor de um Indexante dos Apoios Sociais (IAS) – 438,81 euros – por trabalhador (incluindo sócios gerentes remunerados) as empresas dos setores supracitados.

Naquilo que se refere aos apoios ao comércio e à restauração, que o Secretário Regional de Economia já solicitou, ao Ministro da Economia, a extensão da anunciada linha nacional de apoio às rendas comerciais. No entanto, mesmo no território nacional, a referida linha ainda aguarda a publicação da Portaria que a regulamentará.

3 visualizações