Buscar
  • Henrique Correia

Governo já definiu valores das bolsas de estudo para o ensino universitário


Conheça as tabelas publicadad em Resolução para entrada em vigor já este ano letivo de 2021/2022.



O Governo Regional já definiu os valores das bolsas de estudo para o ensino universitário na sequência das alterações operadas no regulamento, proporcionando "os meios necessários às atividades de ação social escolar a fim de garantir a igualdade de oportunidades aos alunos carenciados que pretendam frequentar cursos ministrados em instituições de ensino superior sediadas na Região e aos alunos que, para prosseguirem os estudos, tenham de deslocar- se para fora da Região", como refere a Resolução ontem publicada.

O montante da bolsa de estudos pode

ser escalonado em função da capitação do agregado familiar. A Resolução produz efeitos a partir do ano letivo de 2021/2022.


Sendo assim, o Governo decidiu:


- Fixar em 450 Euros a capitação máxima mensal dos agregados familiares.


- Fixar o valor mensal da bolsa em cinco escalões, de acordo com a tabela do anexo.


- Fixar em €150,00 o valor do complemento da bolsa de estudos para os estudantes a frequentar cursos em instituições de ensino superior sedeadas no estrangeiro.


- Fixar o valor mensal da bolsa de estudos

excecional em €45,00.


- Fixar o valor anual das bolsas de mérito em três escalões, de acordo com a tabela do anexo II à presente Resolução.

14 visualizações