top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Governo partilhado PSD/CDS com 900 nomeações desde 2019


Sérgio Gonçalves: "Um custo de 33 milhões de euros e uma verdadeira vergonha para a realidade e dimensão regional”.






O líder do PS Madeira colocou hoje o foco nas 900 nomeações políticas no Governo partilhado pelo PSD e CDS desde 2019, que representam um custo de 33 milhões de euros. Sérgio Gonçalves “uma verdadeira vergonha para a realidade e dimensão regional”, numa altura em que os madeirenses continuam a passar por inúmeras dificuldades e em que temos um Governo Regional que recusa baixar o IVA para fazer face ao aumento do custo de vida".

O líder socialista afirma saber que "Conselhos de Administração de entidades públicas como o SESARAM e o IHM foram também sendo alargados para acomodar mais nomeações de clientelas partidárias do PSD e do CDS”, destacando que, ainda esta semana, durante o debate mensal na ALRAM, "o presidente do Governo Regional recusou que a vinculação ordinária dos docentes com mais de três anos de serviço fosse uma realidade por “incapacidade orçamental”. Para Sérgio Gonçalves “parece haver capacidade orçamental para continuar a nomear ‘boys’ dos partidos que suportam esta maioria, mas nunca para melhorar a vida dos madeirenses”.

 

7 visualizações

Comments


bottom of page