Buscar
  • Henrique Correia

Governo reúne-se este domingo; Albuquerque "chama" autarcas do "risco elevado"


Miguel Albuquerque já avisou: as cercas sanitárias podem voltar, prioridade é salvar vidas



O plano de vacinação já começou, mas as restrições vão continuar e até podem ser agravadas face ao aumento de casos


A notícia não foi veiculada pelo gabinete de comunicação do Governo Regional, apesar da importância da reunião e do assunto, medidas ao momento Covid-19, mas os dois jornais trataram do assunto com fontes ou do Governo ou do gabinete: este domingo há reunião do Executivo e Albuquerque reúne-se com os presidentes das Câmaras que se encontram em risco elevado, com mais de 240 casos por 100 mil habitantes.

Como ontem à noite já tínhamos revelado, neste espaço, com números, Funchal, Câmara de Lobos e Ribeira Brava já estavam no patamar do risco elevado, ou seja acima dos 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Recorde-se que ontem, no Porto Santo, Miguel Albuquerque garantiu que "as medidas tomadas pelo Governo Regional não serão afrouxadas enquanto todas as pessoas não estiveram vacinadas. E serão, relevou, cerca de 203 mil madeirenses que terão de ser vacinados. Disse, também, já no Hospital Dr. Nélio Mendonça, que "as cercas sanitárias podem voltar, prioridade é salvar vidas. O presidente admitiu que pode voltar a ter que decretar cercas sanitárias, se o número de casos assim o definir. A prioridade, lembra, é salvar as vidas. O Governo Regional admite que possa vir a ser preciso estabelecer novas cercas sanitárias, Mas, só se tal for mesmo necessário".

Também hoje, esteve reunida a Proteção Civil Municipal do Funchal, com o presidente da Câmara, decidindo recomendar, entre as possíveis medidas a implementar no concelho, mas que terão de ser regulamentadas ou pelo Governo Regional ou pelo Governo da República, a promoção do teletrabalho e de horários espelhados, o dever de recolhimento em período noturno, a restrição de eventos e a adaptação dos horários de funcionamento dos serviços a esta nova realidade.


14 visualizações