Buscar
  • Henrique Correia

Governo Regional já prepara Orçamento para 2022


Impasse nacional pode prejudicar a Madeira, mas Albuquerque diz ser a melhor solução."




O salão nobre do Governo Regional foi o palco escolhido pelo Governo para preparar o Orçamento para 2022. Miguel Albuquerque e os secretários regionais sentaram-se à mesa para "um encontro de trabalho em que, uma vez mais, colocamos em cima da mesa os principais desafios e necessidades do próximo ano", referiu Miguel Albuquerque na sua página do Facebook.

Recentemente, o chefe do governo madeirense garantiu que o Orçamento Regional será apresentado dentro dos prazos previstos. Quanto ao nacional, não passou. Miguel Albuquerque não tem dúvidas de que para o País e a Região o melhor foi este Orçamento ter sido chumbado. E garante que o Orçamento Regional vai ser apresentado no prazo previsto.

Aos jornalistas, o líder madeirense explicou ainda que poderá haver algumas dificuldades pontuais e técnicas na execução do Orçamento Regional para 2022, devido à aprovação tardia do próximo Orçamento de Estado – que Miguel Albuquerque prevê para abril ou maio – que serão contrariadas, se necessário for, com um orçamento retificativo.


Até abril ou maio, «os fundos que vêm de Lisboa ficam sujeitos aos duodécimos, mas é melhor funcionar em duodécimos do que levar o país à ruína, que era o que o que os derrotados das autárquicas, o PCP e a extrema esquerda queriam fazer, ao chantagear o PS e o Governo da República».

Miguel Albuquerque considera ainda que «estes orçamentos do PS foram todos péssimos!». «Basta olhar para os indicadores económicos do País para perceber que com a Esquerda nunca crescemos, a nível nacional, economicamente. E entramos no ciclo da pobreza. Estamos a empobrecer diariamente face aos nossos parceiros europeus"., complementou.

Quanto às futuras eleições, acredita que "se o PSD nacional não fizer muitas asneiras, terá todas as condições para se apresentar como alternativa.


3 visualizações