Buscar
  • Henrique Correia

Governo vai pagar testes para entrada nos eventos; um caso na Calheta fez 20 infeções

Atualizado: Jun 29


Laboratórios do continente detetaram 620 positivos que já não viajaram para a Madeira.



O Governo Regional vai assumir os custos dos testes para entrada nos eventos, sendo gratuitos nos locais já assinalados no âmbito dos acordos com a Associação Nacional de Farmácia e com as instituições privadas de saúde.

A garantia foi dada hoje pelo secretário regional da Saúde, no âmbito da assinatura de um Memorandum de Entendimento entre a Secretaria Regional da Saúde e Proteção Civil, a Secretaria Regional da Economia, o SESARAM, a PremiValor Consulting e a University of California, Riverside.

Pedro Ramos diz que a estratégia da Madeira é testar e vacinar, adiantando que o próprio governo dá o exemplo testando globalmente de 15 em 15 dias.

O governante adiantou números relacionados com a testagem, já foram testadas 100 mil pessoas, nos laboratórios do continente, sendo que 620 deram resultado positivo e, por isso, já não viajaram para a Região. Números desde 1 de julho de 2020.

Não foi isso que aconteceu na Calheta, onde um caso importado provocou 20 infeções, que uma vez detetadas, foram alvo de intervenção.

Relativamente ao memorando hoje assinado, é de referir que a Região irá reforçar o seu Ecossistema de Inovação, nomeadamente na área da Saúde potenciando o desenvolvimento económico e social da Madeira.

Algumas das áreas de cooperação incluem a o acesso por parte de alunos, professores e investigadores da University of California, Riverside ao Europe Immersion Program a ser realizado na Região.

O acordo prevê também a cooperação com a University of California, Riverside na referenciação de empresas e startups americanas para participarem na Health Summit Madeira-Europe e a captação de recursos financeiros para startups da Madeira, permitindo acesso ao mercado dos EUA.

Encontra-se também previsto o desenvolvimento de projetos que promovam a sustentabilidade e inclusão social na Madeira e nos EUA.

7 visualizações