Buscar
  • Henrique Correia

"Há o problema das festas privadas, não podemos entrar na casa das pessoas"


Miguel Albuquerque promete multas mas admite que não se pode entrar a "matar" com jovens de 14 e 15 anos, cujos pais estão no Funchal.




O presidente do Governo Regional disse ontem, à comunicação social, que o Porto Santo está complicado em matéria de casos de Covid-19, é preciso intervir e multar, mas também alertou para situações relacionadas com jovens que promovem festas privadas e onde não é possível intervir. Albuquerque foi direto na necessidade de atuar, mas cauteloso na forma de atuar:


- "Vamos começar a multar, relativamente às máscaras e ao distanciamento. Mas não podemos intervir e entrar a "matar" junto de jovens de 14 e 15 anos, alguns deles os pais estão no Funchal. E há o problema das festas privadas, não podemos entrar nas casas das pessoas. Depois, paga-se por ter cão e paga-se por não ter cão"

34 visualizações